Daminhas e Pagens

0

Quem não ri com carinho ao ver uma daminha entrando na igreja?

Eles não são imprescindíveis, mas que são muito fofos são. 
Algumas noivas tem medo que as daminhas tirem o brilho da sua aparição, logo em seguida. Mas essa é uma preocupação boba. Ninguém compete em atenção com a noiva no grande dia!
Eu sempre sonhava e esperava que a Ellerim fosse convidada para ser daminha, mas a gente nunca sabe se vai acontecer ou não. Então, quando recebi o telefonema da Dona Regina, grande amiga nossa, convidando a Ellerim para ser daminha no casamento da Camila, filha dela, fiquei eufórica! Que felicidade, um sonho!
E foi tudo perfeito. O vestido que  a noiva escolheu era lindo, a igreja um charme, e os noivos muito queridos. Foi tudo perfeito.
Algumas pessoas ficaram preocupadas com a idade da daminha (2 anos e meio) e do pagem, Isaac (quase 3 anos), e até falaram que deveria ter alguma criança mais velha junto. Mas no final, as crianças sempre sabem assumir responsabilidades quando confiamos nelas, não é mesmo! 
Além do mais, o que pode sair errado? Só coisas engraçadas, com certeza!
Mas se a noiva mesmo assim tiver receio de “competir”, uma boa dica é sempre fazer a entrada separada. Primeiro entram as daminhas, com uma música própria, e só depois entra a noiva, com a marcha ou a música escolhida. Assim não tem risco. 
Também acho legal escolher crianças que tenham algum vínculo com os noivos e suas famílias. As crianças se sentem importantes com a função… não acho muito legal usar daminhas “profissionais”. Afinal, este é um dos momentos mais felizes de nossas vidas, que queremos compartilhar com as pessoas que nos são queridas!

Sócia fundadora, professora, apaixonada pela alegria mágica e contagiante do sorriso de uma criança.

Comente Muito! Adoro comentários!

Copyright ©‎ Fazendo a Nossa Festa.